Autor

Minha foto

Arquiteto e Urbanista, sócio fundador do escritório FAUST arquitetura em 2005, trabalhando no mercado de arquitetura, engenharia e design. Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC em 2004.Pós-graduado em Espaço celebrativo litúrgico e arte-sacra na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia [FAJE].
Assina a autoria de 108 Igrejas, 22 salões paroquiais, 18 centros de evangelização, 5 sedes de ação social e 8 casas paroquiais, em 13 estados, 57 cidades no Brasil e no México. Além disso participou em outros projetos e obras como consultor. Ministra palestras e Cursos em Arquitetura Sacra. Escreve artigos para a revista Paróquias e Casas Religiosas de São Paulo.


CONTATO

arq.Eduardo.Faust | CAU A44041-8 | FAUST arquitetura | CAU 33490-1

■ Cel. whatsapp | 48 | 999779388 EMAIL | contato@eduardofaust.com
SITE | eduardofaust.com
■ FACEBOOK | facebook.com/FAUST.eduardo

quinta-feira, 18 de julho de 2013

■ Capela Divina Providência | Autor Arq Ed.Faust




No dia 14 de julho de 2013 foi inaugurada a revitalização da Capela da Casa Divina Providência que faz parte da rede de estabelecimentos assistenciais de saúde construídos e administrados pela Sociedade Divina Providência das Irmãs da Província Coração de Jesus.



Arquiteto Eduardo Faust especialista em espaço litúrgico foi o responsável e autor da obra, desenvolvida com o apoio do corpo responsável da SDP: madre provincial Ir. Maria Eliza, Ir. Enedir, Ir. Rosiléia, Ir. Elza entre outras.


A motivação para a reformulação do espaço foi a principio de ordem prática, pois, todo mobiliário foi executado em lâminas de compensado de madeira não resistente à insetos xilófagos, sendo que estes foram responsáveis pelo estado avançado de fragilização estrutural das peças.

Presbitério antes da reforma. Retábulo, altar e ambão datam dos anos 90. Confeccionados em compensado e resina de baixa qualidade, estavam estruturalmente  condenados pelo nível alto de deterioração por insetos xilófagos e com os adornos descolados. 


Além disso, podemos afirmar que estas peças citadas não possuíam valor histórico, pois datavam da década de 1990, sendo concebidas desconectadas das orientações do concílio vaticano II, vigente na época.

A imagem do Crucificado que data das primeiras décadas do século XX foi mantida e valorizada no novo projeto, assim como o sacrário. As imagens de São João e Nossa Senhora foram mantidas pelo valor artístico e simbólico.



Aproveitando o momento de renovação o espaço foi desenhado à luz do Concílio Vaticano II. A linguagem do mobiliário litúrgico segue linhas contemporâneas, de composição simples e leve, de beleza não ostensiva e de valorização do material em sua composição natural e verdadeira.

Altar - o centro da liturgia - possui um destaque especial, sendo desenhado de forma que nos remeta tanto ao altar do sacrifício como a mesa do grande baquete eucarístico.



Ambão, Sédia, Cruz, suporte do Sacrário e dos Santos foram desenhados obedecendo a mesma linguagem compositiva dando unidade a obra. O material escolhido foi o mármore travertino com acabamento levigado, sua escolha atendeu a equação: durabilidade+custo+funciolidade+beleza e em especial a simbologia de Cristo como a pedra angular.





O presbitério parte do principio cristocêntrico, ao centro vemos a Cruz - a árvore da vida - que alcança todo pé direito e seus braços as extremidades do espaço da abside, seu detalhamento faz com que a iluminação interna reforce o traçado do símbolo maior da Igreja Católica, assim como destaca a obra de arte sacra, a imagem do Crucificado ao centro.





A iluminação foi tecnicamente dimensionada para destacar os pontos importantes da liturgia. No forro da abside foi instalada uma luminária spot [focal] para cada peça do mobiliário litúrgico, naves laterais o mesmo ocorreu com as estações da via sacra. Na assembleia a iluminação foi redimensionada de forma adequada à leitura.


_______________________________
Autor | Arq Eduardo Faust
Equipe de Projeto | Arq Eduardo Faust / Arq Wiliam Hodecker
Projeto arquitetônico | Faust Arquitetura
Projeto Mobiliário Litúrgico | Faust Arquitetura
Projeto Luminotécnico | Faust Arquitetura



3 comentários:

  1. Como sempre seu trabalho é simples e belo, valorizando a fé e as pessoas que participam da comunidade, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. É com imensa dor no coração que eu vejo isso. Meu Deus! Acabou com a sacralidade daquela capela. Um altar antigo, de um enorme valor histórico e sacramental. Que vergonha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Senhor Pedro Henrique.

      O retábulo, altar, ambão, etc, datavam da década de 90 e foram feitos de compensado comum que estavam completamente tomados por insetos xilófagos [cupim , broca]. Estavam em nível de colapso estrutural. A foto que publiquei está desfocada e acabou por dificultar a leitura do quão precária eram os adornos dele. O sacrário e as imagens estas sim com valor histórico foram mantidas.

      Obrigado pelo contato e parabéns pelo trabalho no Linhas Piedosas.
      Grande Abraço

      Excluir