Autor | Arquitetura Sacra

Minha foto

Arquiteto e Urbanista, sócio fundador do escritório FAUST arquitetura (2005). 

Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina UFSC (2004). Pós-graduado em Espaço celebrativo-litúrgico e arte-sacra na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia de Minas Gerais FAJE (2010). 

Assina a autoria de 128 Igrejas, 50 salões paroquiais, 46 centros pastorais, 12 sedes de ação social, 12 casas paroquiais e 11 secretarias paroquiais, em 13 estados, 83 cidades no Brasil e no México. 

Também participou em outros projetos e obras como consultor. Ministra palestras e Cursos em Arquitetura Sacra. Escreve artigos para a revista Paróquias e Casas Religiosas de São Paulo.

segunda-feira, 21 de março de 2011

■ TORRE IGREJA SÃO MIGUEL ARCANJO | Autor Arq.Eduardo Faust

A igreja de São Miguel Arcanjo em São José foi completamente reformada; tornando-a adequada a liturgia pós concílio Vaticano, além de torna-la mais funcional e confortável para os fiéis. Junto da  igreja foram reformados: o salão paroquial e o centro de evangelização.

Centrarei está matéria na concepção da fachada, que envolveram os seguintes pontos e resoluções:

- O Sol que invade a igreja durante a celebração ofusca o celebrante e gera desconforto térmico no verão;
- Ao analisar a torre vi que sua estrutura está condenada, grande parte por culpa do sino que ao badalar, destruiu os fracos pilares executados. Sua armadura encontrou-se exposta e já oxidada.



■ Pilar da Torre
■ Sino interior do topo da Torre

- Troca da cobertura aumentará seu pé direito, dando uma escala mais adequada ao espaço. A torre atual não acompanharia tal proporção;

- Ausência de um átrio;

- Manter a linguagem existente, foi uma reivindicação da comunidade. Se olharmos bem para a arquitetura da Igreja, veremos que ela não possui pontos que possam caracterizar uma linguagem. 
Assim, busquei os elementos de maior expressão do edifício no caso tijolos aparentes e arcos.

■ Igreja situação antes da reforma



- Do ponto de vista da arte sacra, buscar alguma referência simbólica, no caso com seu padroeiro São Miguel, líder do exercito de anjos, guardião da Igreja.

Duas características básicas de São Miguel são suas e asas e sua lança as vezes substituída por espada.


■ Ícone do século XII | http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/c/c9/Michael_Miracle_Icon_Sinai_12th_century.jpg
■ Igreja de São Miguel em Hamburgo

■ Catedral de São Miguel | http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/4/46/Cathedral_St_Michaels_Victory.jpg



O centro da Igreja é Cristo, muitas vezes em templos o símbolo maior é esteticamente suprimido por símbolos "menores" de santos. Fazer referência ao padroeiro na fachada de um templo é uma tarefa simbolicamente arriscada. Logo, busquei a referência que une São Miguel a Cristo, o papel de protetor do seu legado.

Tenho a torre da Igreja em forma de ponta de lança com a cruz na ponta.

■ Torre em forma de Lança

■ Torre proteje contra a insolação leste e cria o átrio. Além de abrigar o sino, agora com estrutura calculada para seu funcionamento com segurança.


■ Fachada após a intervenção












quinta-feira, 3 de março de 2011