Autor

Minha foto

Arquiteto e Urbanista, sócio fundador do escritório FAUST arquitetura em 2005, trabalhando no mercado de arquitetura, engenharia e design. Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC em 2004.Pós-graduado em Espaço celebrativo litúrgico e arte-sacra na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia [FAJE].
Assina a autoria de 108 Igrejas, 22 salões paroquiais, 18 centros de evangelização, 5 sedes de ação social e 8 casas paroquiais, em 13 estados, 57 cidades no Brasil e no México. Além disso participou em outros projetos e obras como consultor. Ministra palestras e Cursos em Arquitetura Sacra. Escreve artigos para a revista Paróquias e Casas Religiosas de São Paulo.


CONTATO

arq.Eduardo.Faust | CAU A44041-8 | FAUST arquitetura | CAU 33490-1

■ Cel. whatsapp | 48 | 999779388 EMAIL | contato@eduardofaust.com
SITE | eduardofaust.com
■ FACEBOOK | facebook.com/FAUST.eduardo

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

■ IGREJA DE SÃO PIO | Arq. Renzo Piano




Situada na cidade de San Giovanni Rotondo a Igreja de São Pio entra na lista das grandes catedrais pós-modernas. O autor Renzo Piano [vencedor do Pritzker 1998] baseia seus conceitos em proporções geométricas, de difícil entendimento formal o edifício possui uma estética singular e um fino acabamento.

A rígida geometria definida em planta faz com que a volumetria seja uma consequência, ao meu ver este é o principal motivo pelo qual sua estética seja mais ligada ao grotesco do que ao belo [para quem já é inciado em estética sabe que o grotesco é estético, e possui tanto valor quanto o belo].

Isto fica claro tambem comparando o conceito de que Cristo é o centro. No interior notamos a hirarquia do centro radial [definido em planta] onde encontra-se o altar, porém, uma massa disforme é gerada na volumetria externa, entre coberturas sobrepostas é dificil de se encontrar uma composição estruturada como no princípio do partido arquitetônico

Abaixo linkei dois vídeos: um primeiro muito bom, mostrando os conceitos da formulação da igreja e um segundo com imagens.








Exibir mapa ampliado


4 comentários:

  1. Olá, estou conhecendo seu blog agora e deixo minha opinião.

    Pela foto e pelo vídeo, por dentro até não parece ser das piores, em se tratando de arte moderna. Por fora, não tem a menor cara de igreja, o que é lastimável. Tem cara de museu de arte moderna

    Mas o pior é a cruz do presbitério. Que horrível!!! Grotesca mesmo!

    O grotesco pode até ser estético, mas não convém para uma igreja. Deus é a beleza suprema, segundo S. Tomás. Além disso, a tradição dos primeiros cristãos sempre foi de associar Deus com a beleza.

    ResponderExcluir
  2. Concordo contigo Daniel, inclusive nosso paladinho da arte sacra pós-moderna, Sr. Claudio Pastro, é engajado em tal conceito e nos ilustra em seus livros de forma muito competente o tema.

    Pra quem não conhece tem uma palestra otima dele falando sobre http://www.youtube.com/watch?v=8BAphUGGAQg&feature=related

    Abraço Daniel e obrigado pela contribuição.

    ResponderExcluir
  3. olá, sou estudante de arquitetura em Brasília, (iniciante.
    Cara muito bom teu projeto!parabéns!
    gostei muito da estrutura que retrata os tentáculos de um polvo.
    arquitetura, a critica é sempre bem vinda para se chagar próximo a perfeição.

    ResponderExcluir
  4. LEOSIP, meu caro estudante de arquitetura, o projeto é do arquiteto Renzo Piano

    ResponderExcluir