Autor

Minha foto

Arquiteto e Urbanista, sócio fundador do escritório FAUST arquitetura em 2005, trabalhando no mercado de arquitetura, engenharia e design. Graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC em 2004.Pós-graduado em Espaço celebrativo litúrgico e arte-sacra na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia [FAJE].
Assina a autoria de 71 Igrejas, 22 salões paroquiais, 19 centros de evangelização, 3 sedes de ação social e 4 casas paroquiais, em 11 estados e 30 cidades. Além disso participou em outros projetos e obras como consultor. Ministra palestras e Cursos em Arquitetura Sacra. Escreve  artigos para o site luso-brasileiro de cultura Obvious e para a revista Paróquias e Casas Religiosas de São Paulo.


CONTATO

arq.Eduardo.Faust |CAU A44041-8 |Cel. Comercial | 48 | 99779388 FAUST ... arquitetura & engenharia
| fone/fax.: | 48 | 33646695 | rua.das.moréias| jurerê.florianópolis.SC

EMAIL | contato@eduardofaust.com
SITE OFICIAL | www.eduardofaust.com
■ FACEBOOK | YOUTUBE | TWITTER

quinta-feira, 10 de junho de 2010

■ MADEIRA, porque usar?

■ Porque o uso da madeira na construção civil causa menos impacto ao meio ambiente?

Quanto mais a fundo entrarmos em questões ambientais chegamos a conclusão de que, a cada construção, existe uma destruição, logo, temos que pensar como fazer essa "destruição" de forma menos prejudicial ao meio ambiente.

O impacto ambiental está relacionado a toda cadeia produtiva de cada material. 
Se formos construir 4 pavilhões idênticos, um primeiro com estrutura de madeira, outro de concreto armado, outro de aço e um último de alumínio. Assim teremos a grosso modo uma comparação.

Comparando a energia despendida [simbolizado por ▓) na fabricação dos materiais até o final da obra, verifica-se a seguinte proporção:
■ Estrutura de Madeira – 1x 
■ Estrutura de Concreto armado [pré-fabricado] – 6x ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓
■ Estrutura Metálica [aço] – 16x ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓
■ Estrutura Alumínio – 160x ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓
▓ ▓ ▓ ▓
▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓
▓ ▓
▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓
▓ ▓ ▓ ▓
▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓ ▓



Arquiteta Beatriz Meyer Capela em Tatuí, SP
Cobertura leve com beiral de até 3m


■ Que classe de madeira
causa menor impacto ambiental?

As madeiras de reflorestamento, como eucalipto e pinus
elliottii são espécies de corte rápido e de replantio, sua produção é sustentável [temos poréns pelo fato do eucalipto consumir muita água e minerais do solo. Estas madeiras não possuem a mesma qualidade e resistência que as madeiras vulgarmente chamadas de "madeiras de lei", tendo de ser utilizadas em partes específicas das obras. As madeiras de reflorestamento necessitam de tratamento CCA ou CCB com autoclave para seu uso na construção civil, os custos do tratamento dobram o preço destas espécies, mas mesmo com esse acréscimo seus preços são os mais acessíveis do mercado.
A forma correta de se adquirir madeiras de lei é utilizando o corte controlado, com manejo florestal, famoso pelo selo FSC [Forest Stewardship Council ou Conselho de Manejo Florestal]



Arquitetos Marta Rowińska & Lech Rowiński Capela em Tarnów, Polônia
Estrutura e fechamento de Pinus


■ Durabilidade da madeira?O templo de Horyu-Ji na cidade de Nara no Japão, foi construído no ano 700, e 20% de suas madeiras ainda são originais. No brasil temos exemplos de construções com mais de 200 anos de madeira nativa.


O Fotógrafo Nego Miranda e a arquiteta Maria Wolff lançaram recentemente um livro entitulado Igrejas de Madeira do Paraná, com imagens de construções do século XIX e início do XX.





■ Os insetos Xilófagos [cupins e brocas]?


Madeiras de baixa resistência a xilófagos possuem o tratamento adequado com CCA e CCB. É facilmente encontrado no mercado, como Pinus ou eucalipto autoclavado. O tratamento torna a madeira resistente ao fungo do apodrecimento, contra cupins e brocas.


As madeiras de Lei são resistentes a ataque de xilófagos. A exceção acontece quando a madeira permanece constantemente com com altos índices de umidade, fazendo com que fungos se proliferem apresentando sinais de apodrecimento tornando a madeira apta ao consumo dos insetos.



Arquitetos Eduardo Faust e Thiago Dorini
Igreja de Santa Teresa D'ávila. Águas Mornas, SC
Forro de de angelin garante o conforto termo-acústico






Um comentário:

  1. Que trabalho maravilhoso este de vocês com as madeiras. Dou aula sobre a Anatomia da Madeira, e vi aqui, vários exemplos da beleza desse material, durabilidade, e diferentes formas de uso. PARABÉNS

    ResponderExcluir